quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

Bibliografia básica


Para mim estes livros são fundamentais na biblioteca de um amador de árvores em Portugal:

  • Cabral, Francisco Caldeira e Telles, Gonçalo Ribeiro, 1999 - A ÁRVORE EM PORTUGAL. Assírio e Alvim. Lisboa
É a "bíblia" para quem quer conhecer as árvores autóctones e tradicionais mais utilizadas em Portugal, realçando o seu enquadramento ecológico; fundamental ainda para perceber o que caracteriza uma árvore, e para saber "o que pretendemos" da árvore e como podemos atingir esses objectivos da forma mais adequada para a planta; indispensável.

  • Humphries, C.J. et alli, 1996 para a edição portuguesa - GUIA FAPAS, ÁRVORES DE PORTUGAL E EUROPA. Fapas e Câmara Municipal do Porto. Porto
É um guia de identificação, com edição original em inglês, mas muito bem traduzida e adaptada para português por um competente grupo de técnicos. Bons desenhos, textos claros, nomes correctos, fazem deste livro um dos tais indispensáveis para conhecer (e reconhecer) a maioria das árvores das nossas ruas e paisagens.

  • Parret, Jean, 2001 para a edição portuguesa - A ÁRVORE. Colecção "o nome da árvore". Temas e debates. Lisboa
É um pequeno livro, que se lê muito bem e que descreve as características essenciais e diferenciadoras das árvores, com particular clareza para o funcionamento e estrutura das mesmas.

  • Câmara Municipal de Lisboa, 2005 - GUIA ILUSTRADO DE VINTE E CINCO ÁRVORES DE LISBOA. Câmara Municipal de Lisboa. Lisboa

Com um design muito agradável e interessante ilustrações, este livro (quase uma brochura) mostra as características, locais onde se podem encontrar na cidade de Lisboa e algumas curiosidades sobre 25 espécies arbóreas marcantes nas ruas, jardins e parques da Capital.

  • Araújo, Paulo Ventura et alli, 2006, 2ª edição - À SOMBRA DE ÁRVORES COM HISTÓRIA. Gradiva. Lisboa
Um livro especial. Feito para as árvores que marcam a paisagem do Porto, deseja-se que possa vir a debruçar-se também sobre outras cidades do País. Descreve as espécies de uma forma muito interessante, mas concentra-se na história das mesmas, fazendo-nos reflectir que todas as actividades humanas têm um contexto temporal, espacial e ideológico, e que as árvores podem ser uma excelente forma de o analisar.

5 comentários:

bOL¡nHäs dE säbäO disse...

só não tenho 1, hehe, GUIA ILUSTRADO DE VINTE E CINCO ÁRVORES DE LISBOA, o resto está ali na estante e fazem cá um jeitaço,
até já
;D

Jorge disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge disse...

Olá _ acho que ainda se arranjam no Espaço Monsanto. E também têm um cartaz com os desenhos dessas espécies, que é bem giro!

Anónimo disse...

Não tem qualquer árvore em Portugal, mas é um fantástico livro para quem gosta de árvores:

"Meetings with Remarkable Trees", Thomas Pakenham, Cassel Paperbacks, s/data

Só conheço a versão original em inglês, desconheço se foi traduzido para português. Também sei que existe um segundo livro na mesma linha, mas esse não possuo.

pé-de-salsa disse...

Tenho dois dos que foram referidos.
Adicionalmente, tenho ainda, sobre o tema "árvores", "Conhecer as árvores" de Bernard Fischesser e "Árvores e Florestas" de António Manuel D. Fabião, ambos das Publicações Europa América. Confesso que ainda não os li de fio a pavio, mas têm muita informação técnica, apresentada de um modo razoavelmente acessível, para quem tem um interesse um pouco mais que genérico no tema e não teve qualquer tipo de formação nesta área.
Já agora, queria deixar aqui os meus parabéns pelo blog: está nos meus favoritos!