quinta-feira, 14 de dezembro de 2006

Grevília (Grevillea robusta)


Numa rua transversal e próxima, outra espécie foi utilizada - trata-se agora da Grevillea robusta, conhecida entre nós apenas por grevília. Originária da costa leste australiana é muito utilizada nas regiões sub-tropicais e mediterrânicas como árvore de arruamento.

É uma árvore de crescimento rápido, podendo atingir uma altura de 20/30 m e um diâmetro de 7/10 m, de copa piramidal; é curiosamente uma planta da mesma família do arbusto "protea" (muito cultivado por exemplo na Madeira para produção da conhecida flor de corte).

A folha é perene, muito recortada, verde escuro na página superior e verde-acinzentado na página inferior.

A flor da grevília é também muito interessante, de cor amarelo-alaranjado, em cachos verticais, que surgem em Maio/Junho e tornam esta árvore inconfundível.

Dá-se bem com nos nossos climas mais quentes, já que suporta a falta de água, mas não as geadas, principalmente em jovens.

As que estão plantadas aqui próximo, são árvores já com um perímetro á altura do peito de 16/18 cm e uma altura de 5/6 m e também estão a adaptar-se bem ao sítio. Contudo, nos recentes temporais de princípios de Dezembro de 2006 algumas tombaram e - mesmo tendo sido rapidamente "endireitadas" e reatadas aos tutores - uma ou outra parece ter sofrido bastante com esse incidente metereológico. Vamos ver se todas recuperam bem.

3 comentários:

Lena disse...

ExmºSenhor
Até que enfim descobri alguém que me possa aconselhar sobre um problema que me tem afligido há bastante tempo(cerca de três anos).No páteo da minha casa(20m2), em frente da janela do meu quarto tenho uma grevíllea robusta, enorme que proporciona sombra, fresco e privacidade.Adoro acordar ao som do canto dos pássaros!
O problema é que a árvore levantou, partindo todo o pavimento do quintal,que está junto ao tronco. Os meus vizinhos, ao verem o sucedido, acusam a árvore de ser prejudicial ao subsolo, podendo danificar as canalizações existentes nas redondezas.Têm-me pressionado para que mande arrancar a árvore. Mas eu nem quero pensar em tal! Já tem a altura do 1º andar da casa. Será que continua a desenvolver? Comom pode parar de crescer? Como hei-de evitar a destruição da grevillea? Ajude-me por favor! Obrigada

Espaço do João disse...

Meu caro senhor.
Tem toda a razão quanto á beleza das grevilleas Robustas.
Sómente a sua inconveniência está no local onde são plantadas.Nunca deverão ser plantadas nos passeios, pois suas raizes levantam todo o piso e, invadem os quintais, danificando os muros e partindo as canalizações de água em especial aquelas que são em fibrocimnto. Tenho essa experiência no local onde resido. é uma árvore que deve ser plantada em espaços afastados dos pisos e das canalizações quer de agua quer de esgotos ,ou telecomunicações ou cabos eléctricos subterrâneos, como tambem das residências. O mais caricato, é que alertei quando estavam a ser plantadas e a Senhora arquitecta paisagística chamou-me de parvo. Resultado, tiveram que ser todas abatidas e os passeios ficaram todos danificados. Também as suas ramagens são frágeis e, não raras vezes cairam sobre os automóveis danificando os mesmos. Acontece que a Câmara mandou reparar, mas os nossos impostos não são cobrados para pagar as incompetências de quem tem a devida responsabilidade. Devemos escolher as árvores certas para os lugares certos. Tenho 68 anos, sou um amigo incondicional da natureza, possuo uma pequena biblioteca sobre botânica e, tenho plantado muitas árvores. Peço desculpa sobre o meu desabafo.

Anónimo disse...

Para além dos comentários que foram deixados quero acrescentar outros aspectos.
A arvore Greviliea robusta era bastante cultivada Angola em consociação com o café pois é uma excelente sombreadora. Fornece sombra não muito densa o que permite um bom desenvolvimento dos cafeeiros.
As flores libertam um melaço saboroso que é apreciado por algumas populações e utilizado pelas abelhas.